domingo, 15 de agosto de 2010

De repente

de repente, vem uma grande vontade de chorar
a falta de você me deixa desnorteado
sigo porque é o sentido natural das coisas
e porque nunca acreditei na soma de um ao outro


faz uma falta tremenda a sua pessoa
e seu jeito único de sorrir
aquela noite enquanto choravas
eu pedia desculpa a mim mesmo por ter aberto mais uma vez a porta para você partir

eu entendo que tenhas muitas coisas para fazer
mas vejo que o seu carinho e sua presença me deixam confortáveis
vejo coisas em você que não verei em ninguém
e vejo uma inocência sendo perdida e caio em amor


podes, ao menos, agir de forma com que eu não goste tanto de você?
preciso tirar a sua foto do meu quarto
e desenhar outras pessoas que não você
você tem sido minha inspiração durante mil dias


agora deixo o cartão queimar
e seu rosto junto com ele se vai
mas espero que aqui dentro ainda haja
um pouco de você para eu lembrar

Um comentário:

  1. Simplesmente amei. Caraca... Vc tem mtoooo talento. Parabens!

    ResponderExcluir